Laboratório de Gestão do Território

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte

América do Sul: estrutura regional e conflitos territoriais

Pesquisa sob apoio do CNPq-Edital Ciências Humanas e Sociais que visa a aprofundar as análises sobre a nova realidade continental resultante do lançamento da Comunidade Sul-Americana de Nações (CASA) em 2004, transformada em 2007 na União das Nações Sul-Americanas (UNASUR), bem como do aguçamento dos conflitos regionais em diversas partes do continente em conseqüência da emergência de novos atores no cenário geoeconômico, como é o exemplo das comunidades indígenas na Bolívia e Equador, assim como da expansão da Petrobrás no contexto sul-americano

Os estudos desenvolvidos no LAGET, com apoio do CNPq, sobre o processo de integração e a questão regional na América do Sul resultaram em diversos trabalhos publicados, teses, dissertações e monografias de graduação e consolidaram uma base de dados estatísticos e cartográficos capaz de subsidiar novas pesquisas sobre a temática regional sul-americana.    A pesquisa visa a aprofundar as análises sobre a nova realidade continental resultante do lançamento da Comunidade Sul-Americana de Nações em 2004, bem como do aguçamento dos conflitos regionais em diversas partes do continente em consequência da emergência de novos atores no cenário geoeconômico, como é o exemplo das comunidades indígenas na Bolívia e Equador, assim como da expansão da Petrobrás no contexto sul-americano.
A conjunção das tendências de integração-fragmentação está redefinindo os marcos institucionais que regulam os espaços sub-nacionais (Siroën; 2004), reafirmando a importância das regiões como territórios de negociação, capazes de reduzir os custos de transação (North; 2001) inerentes ao processo de integração supra-nacional.
Do ponto de vista conceitual, a linha teórica que norteia a pesquisa é a aplicação da análise institucional à leitura do território, resgatando o conceito de região como resultante de arranjos institucionais, onde as comunidades territoriais desempenham papel relevante. Especial atenção será dada a rede de cidades na configuração da estrutura regional sul-americana, considerando o papel desempenhado pelas relações interurbanas na organização espacial em escala global.    Inclui-se na presente proposta, a preocupação pelo desenvolvimento de metodologias para ensino interativo de Geografia, considerando a crescente demanda de conhecimento nos meios universitários para tratar a realidade sul-americana, cuja velocidade de tranformação é crescente, assim como a presença brasileira no contexto continental.